domingo, 20 de setembro de 2009

Os Poderes dos óleos essenciais....


Receitas caseiras

- Para combater cheiro de mofo nos armários, a dica é usar quadradinhos de algodão com sagu, casca de canela, casca de laranja seca e cravo, amarrados como um sachê.
- Outra opção para dar um chega pra lá no mofo é misturar óleo essencial de cedro com lavanda ou combinar os aromas de lemongrass, laranja e lavanda.
- Nas sapateiras, o mais indicado é usar cipreste, cedro ou tea tree. Este último elimina odores e tem ação bactericida.
- De maneira geral, para usar os óleos essenciais, basta pingar algumas gotas em um aromatizador que funciona com uma vela acesa ou plugada na tomada. Assim, o aquecimento difunde o aroma no ambiente aos poucos.
- No mercado, há aromatizadores na forma de varetas de bambu mergulhadas em um frasco com os óleos essenciais. Ou sprays com aromas sintéticos, que reproduzem fragrâncias naturais.
- Se o objetivo é somente perfumar a casa, vale apostar nas velas, sprays sintéticos, incensos, cerâmica e pout-pourri aromatizados, que não têm efeito terapêutico, mas atuam na área sensorial e podem despertar boas lembranças.
Leia mais...
Fonte: Terra

quarta-feira, 16 de setembro de 2009



Mel...
Substâncias encontradas no mel.....

Os principais componentes do mel são os açúcares frutose e glicose, em proporções equivalentes que, juntas, perfazem 70% do total; incluindo a sacarose, maltose (também seus isômeros); dentre outros, dissolvidos em 17-20% de água. Contudo, muitas das características pelas quais o mel é bem conhecido, por exemplo, seu sabor, aroma e cor, são determinadas não por esses componentes principais, mas por outros que estão em quantidades muito pequenas, tais como sais minerais, vitaminas, enzimas, compostos nitrogenados, ácidos e voláteis.
leia mais...

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Sol na medida certa...


Os banhos de sol, nos horários apropriados, são bons porque:
- aumenta a defesa do organismos contra as enfermidades,
- fortalece os ossos;
- facilitam a digestão;
-favorecem o crescimento;
- acalmam o sistema nervoso;
- abrem o apetite;
- melhora a qualidade do sangue.

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

;
;

Pitaya pelo Mundo


A Frutas do Dragão

Hylocereus undatus, que cresce no tronco de uma palmeira em Marrocos

Etimologicamente, Hylocereus significa "vela da selva", e que vem da palavra grega "hulos: selva, e do latim" cereus "vela. Hylocereus undatus, mas originário do México e dos Estados Unidos cresce em quase todo o mundo da zona intertropical.
Também é encontrado, embora em menor medida, no Mediterrâneo e Norte da África recentemente encontrado, no exótico Jardim de Mónaco com lindo frutos.
Uma espécies afins, Hylocereus purpusii produz um fruto cuja aparência externa é idêntica.
Selenicereus megalanthus também produz um fruto, mas seu tamanho é um pouco menor e da pele e tecido muscular são amarelos.Originário essencialmente da Colômbia.
Frutas do Dragão normalmente é comido no Caribe, América Central e América do Sul sob a denominação "pitayas" ,na ilha da Reunião é chamado de "Raquette tortue" e temos a certeza que existe na Ásia. É cultivada em grande escala para exportação principalmente para o Vietnam , Tailândia e Israel. A variedade de polpa branca é encontrada com mais freqüência na Europa, muito antes de as variedades de polpa amarela ou vermelha ( espécie da Nicarágua).São como plantas trepadeiras em torno de pólos ou ao longo vertical ramos.
Os morcegos fazem a polinização das flores, enquanto em outros você precisa de um polinização manual, e está usando dois diferentes clones da mesma espécie, como duas espécies diferentes (Hylocereus undatus Hylocereus purpusii e por exemplo).Após a floração um mês mais ou menos podemos fazer a colheita das frutas.
Frutas do Dragão, quase desconhecido no Europa por fazer cerca de dez anos, torna-se cada vez mais presentes especialmente durante os feriados de Natal e depois de um ano nas prateleiras de frutas exóticas em supermercados e lojas especializadas nessas frutas .
Também podemos usá-lo para fazer deliciosos sorvetes. Devemos acrescentar que fruta do dragão é rica em vitamina C, fibras e minerais.
É uma fruta muito deliciosa e refrescante.

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

;

Pitaya - Fruta exótica

Pitaya - Fruta exótica

quarta-feira, 2 de setembro de 2009


óleo essencial de Nardo,

Nardo é uma planta aromática que pode ser cultivada e dela se retira o óleo essencial de nardo empregados na indústria de perfumaria, cosmeticos, também usado para unção em várias religiões pelo fato de que o seu nome está na Bíblia que a essência de nardo foi usado por Jesus.


Nome científico: Polianthes tuberosa
Nome comum: Nardo, Vara de São José ou nardos
Família: Amaryllidaceae (Amarilidáceas)
Originária da Ásia.
;

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Arruda


Óleo Essencial de Arruda



Nome Botânico : Ruta graveolens
Parte da Planta: Cabeça da Flor
Método de extracção: Destilação a vapor
País de Origem:França

Descrição: é um arbusto ornamental com um perfume forte, aromático,ácido ou acre. Os seus ramos são fortes, lenhosos e tem folhas pequenas, macias azul esverdeadas. É uma das plantas medicinais mais antigas. As flores que brotam no início do Verão dão lugar a frutos verdes que se assemelham a minúsculas laranjas ainda verdes.

Cor: amarelo a amarelo alaranjado.

Usos comuns: O óleo essencial de Arruda é um remédio homeopático usado há séculos como uma preparação médica e pode ser usado para compressas de feridas, contusões, fadiga, varizes, hemorróidas, reforça as veias capilares, ajuda nos problemas de dentes, dores de pés, ancas, calcanhares e rigidez dolorosa nos pulsos e mãos. O Óleo de Arruda é um remédio natural que pode ser usado por qualquer pessoa . Tendo por base a planta medicinal Arruda (Ruta Graveolens, Common Rue ), é muito eficaz no tratamento de problemas de pele, comichões, varizes, fissuras anais e tratamento de hemorragias, tromboses e hemorróidas internas e externas.

Consistência: média a viscosa; líquida à temperatura ambiente, mas sólida a baixas temperaturas.

Nota: Alta

Intensidade do Aroma: forte

Mistura bem com: Não se mistura com outros óleos essenciais.

Aroma: a Arruda tem um perfume fortemente herbáceo, frutado, semelhante ao da laranja, com um traço amargo característico que lhe confere uma impressão geral desagradável.

História: Na medicina antiga, a Arruda era usada como antídoto para o veneno. Era também utilizada em situações de problemas nervosos, problemas digestivos e histerias.

Carqueja-amarga ou vassoura


Óleo Essencial de Carqueja



A carqueja (Baccharis trimera), também conhecida por bacanta, carqueja-amarga ou vassoura, é uma planta subarbustiva aromática nativa da América do Sul. Ela pertence à família Asteraceae, apresenta altura variável de 1 a 1,6 m, não possui folhas verdadeiras e sua floração (pequenos tufos branco-amarelados) ocorre na primavera e verão. Na medicina popular, a carqueja é conhecida por suas propriedades diuréticas, tônicas, antiinflamatórias, analgésicas, digestivas, antianêmicas e anti-reumáticas. Há relatos, inclusive, de que ela é uma forte aliada do tratamento contra a obesidade e a hepatite. Também é utilizada na indústria de cervejas, como substituto do lúpulo e na aromatização de refrigerantes e licores.

O óleo essencial de carqueja, extraído freqüentemente por arraste de vapor d’água, é popular no sul do Brasil. Seu valor comercial varia em função dos teores de nerolidol e acetato de carquejila, embora o nerolidol não esteja entre os constituintes majoritários deste óleo. O óleo de carqueja contém aproximadamente 45% de acetato de carquejila e, na seqüência, cerca de 9% de carquejol – o componente responsável pela ação benéfica sobre o fígado e estimulante das funções digestivas. Contém, ainda, diversos flavonóides que atuam como diurético e “princípios amargos” que aumentam o apetite e a produção de suco gástrico. Por fim, vale salientar que o óleo essencial de carqueja deve ser diluído antes do uso!

"O homem dará pele por pele deixará tudo que possui pela vida"

Abscessos e Furúnculos

Os abscessos é uma massa de pus composta por bactérias mortas e vivas, por células de defesa e restos de tecido morto. Os furúnculos geralmente saem em grupos, com nome de antraz, e são causados por bactérias que atacam os folículos pilosos.
Em geral,quando o organismo está sensível ás toxinas de uma alimentação antinatural e já não as consegue eliminar ou destruir, surgem os abscessos. As bactérias só invadem o corpo, instalando-se nele, se a circulação local apresentar problemas e anormalidades.

Plantas úteis:
linhaça,cebola, camomila,babosa,rubim,alecrim,tanchagem, sálvia

Alimentação:
Siga qualquer um dos programas de desintoxicação que mais convenha á sua necessidade e situação.

Opção para o tratamento:

- um banho de tronco de 20 minutos. resfrie com ducha fria e rápida.
- três banhos vitais de 3 a 20 minutos.
- Emplasto no local, voçê pode escolher qual voçê queira.
1- meia xícara de fubá, uma xicara de cebola picada,uma xicara de rubim, uma xicara de salvia.
2- meia xicara de farinha de linhaça,4 colheres de bardana ralada crua, meia cebola picada, 4 colheres de arruda.

Junte os ingridientes e escalde com água fervendo, mexendo até formar uma massa que dê para moldar. Reparta a massa em tres porções.
Aplique uma direto na pele do local. Quando esfriar, troque pelas outras porções.Repita três vezes ao dia.

terça-feira, 18 de agosto de 2009

" Coroção alegre é bom remédio, mas espirito abatido faz secar os ossos"


Artrite e Reumatismo

Artrite e reumatismo são inflamações das estruturas do aparelho locomotor ou músculo-esqueletico( músculos, ossos, ligamentos,articulações . Esse tipo de doença pode ser causado por deficiências no funcionamento das glândulas internas, alergias a certas substâncias; focos infecciosos;intoxicação por algum elemento.
A razão mais comum, porém,é a maneira antinatural de se alimentar, com excesso de ácido úrico, falta de vitaminas, alimentos cozidos e desvitalizados.
Em resumo estilo de vida antinatural

Plantas úteis:
cavalinha, bardana, samanbaia, carqueja, malva, salsaparilha, mil-folhas, dente de leão

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Pitaya - Fruta exótica


POLPA DE Pitaya

- Selecionar frutas, sadios, livres de danos externo

- Lavar as frutas exóticas de Pitaya com água potável ,retirando sujeiras e impurezas.

- Colocar a fruta em água a 90° c por 5 minutos

- Escorrer a fruta para a retirada do excesso água, para não alterar as propriedades da fruta

- Retirar a casca manual com ajuda de uma faca, realizando um corte longitudinal,

-Obter a polpa em despoldeira industrial quando o volume são consideraveis,cortar a fruta em pedaços pequenos e com uma batedora domestica, agitar quando se observe a fluidez da semente e da polpa.

- Separar a polpa com ajuda de filtração.

domingo, 16 de agosto de 2009

Como é poderosa a natureza....

ARGILA VERDE

A Argila Verde possui propriedades revitalizantes que bloqueiam o processo de envelhecimento das células, renovando-as, atuando como máscara tensora anti-facidez, fortalecendo os tecidos.
A Argila Verde remove sem agressão as células mortas, nutrindo com minerais essenciais, mantendo a pele sempre saudável.
Carcterísticas: As fontes e os barros termais são conhecidos desde a antiguidade, como terapêuticos nas afecções da pele, circulação e ossos.
Este produto, é extraído em jazidas, em sua forma natural, é micronizadas.
Não existe efeitos colaterais ou contra indicações, sendo indicado também para pessoas alérgicas ou hipersensíveis. Livre de bactérias e contaminação.
INDICAÇÕES: Peles senis com rugas, flacidez e
Limpeza profunda, elimina impurezas, manchas , remove celulas mortas da superfícies da pele e erupção cutânea.
Uso externo.
Tratamento e modo de usar - Envelhecimento Cutâneo e Flacidez Facial
Fazer a higiene na pele, em seguida aplicar a Argila em todo o rosto e pescoço, inclusive naárea dos olhos.
Deixar de 15 a 20 minutos e retirar com água, fazendo massagem com movimentos circulares. Aplicar em seguida um creme hidratante ou filtro solar.
Frequência de tratamentop: 3 vezes por semana durante 2 meses.
Manutenção: uma vez por semana.
;

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Abelhas Nativas...e a natureza...


As abelhas trabalham em comunidade e produzem o mel que é um alimento muito saudável. Existem muitos tipos de abelhas e também espécies que não tem ferrão, se tornando mais fácil o manuseio das colméias.Um deles é este sobre as abelhas (condomínio de abelhas) sem ferrão, como que elas se organizam, produzem, alimentação, colmeias e outros dados importantes.

Condomínio de abelhas:

Várias colméias em pleno processo produtivo de mel. O local tem o objetivo de educar e difundir a criação de abelhas nativas sem ferrão. As abelhas da Amazônia são conhecidas como ABELHAS INDÍGENAS SEM FERRÃO. Esse nome é dado porque elas tem o ferrão atrofiado e por isso não podem aferroar. As abelhas se alimentam de produtos obtidos nas flores. Elas coletam o néctar das flores e o transformam em mel. Essealimento é Guardado em pequenos potes dentro da colméia, sendo que o mel e o pólen estão em lugares diferentes. Criar ABELHAS SEM FERRÃO é muito importante porque elas ajudam a polinizar as plantas. Isto quer dizer que elas ajudam a multiplicar milhares de plantas. Essa polinização se dá ao coletarem o néctar e o pólen de flor em flor. As ABELHAS SEM FERRÃO estão ameaçadas de desaparecer porque está havendo muito desmatamento, destruindo assim suas colônias. As pessoas não sabem que ao desmatar elas também estão destruindo inúmeras espécies de abelhas de grande valor, tanto para a natureza quanto para as próprias pessoas. CURIOSIDADES No Condomínio das Abelhas temos aproximadamente 40 colméias (dependendo da época esse número altera,) de 6 espécies diferentes de abelhas: Uruçu Boca de Renda: chama-se assim porque a entrada da colméia parece uma renda. Uruçu Boca de Ralo: chama-se assim porque a entrada parece um sifão. Nessa entrada só entra uma abelha (as operárias) por vez . Jupará: a entrada é protegida sempre por 3 abelhinhas – as operárias- e não deixam ninguém entrar. Moça Branca: é uma abelha muito pequena. O seu mel é bem denso, parece um melaço, tipo xarope escuro. O ninho da colméia parece um cacho de uva . Torce Cabelo: essas abelhas têm um jeito muito especial de afastar os intrusos que se aproximam de sua colméia: grudam-se no cabelo das pessoas. Pé de Pau: são as chamadas ABELHAS FEDIDAS. Sua colméia tem uma entrada maior, parece um sapinho. Essas abelhas não são muito recomendadas porque elas pegam os excrementos dos bichos e das pessoas (fezes) para proteger a colméia e ao fazer o mel elas acabam por contaminá-Io. Elas usam o cheiro do excremento para ficar livres dos predadores Por isso, perto dessas colméias, podemos sentir um cheirinho desagradável.

ALIMENTO DAS ABELHAS NO BOSQUE No Bosque não temos muitas árvores com flores e por isso as abelhas não têm muito alimento. Os pesquisadores precisam dar um alimento artificial para elas ficarem fortinhas e sobreviverem. Esse alimento é dado uma vez por semana. A receita desse alimento é a seguinte:

Um litro de água fervida.

Um quilo de açúcar

3 pitadas de sal

1 colher (de chá) de vinagre

vitamina em pó

Esse alimento é servido em copinhos de café que se coloca na parte de cima da colméia. Para que as abelhas não caiam no copinho cheio de alimento, os pesquisadores cobrem o líquido com vários raminhos. Assim elas podem pousar nos raminhos e sugar o alimento.

LIMPEZA DAS COLMÉIAS As abelhas são muito higiênicas. Elas têm um compartimento onde depositam tudo o que é sujo ou perigoso para o desenvolvimento delas, esse lugar é conhecido como LIXEIRA. Quando entra um inseto na colméia as abelhas o MUMIFICAM com própolis. O própolis é uma resina que retiram das árvores e misturam com a saliva para fechar os buracos da colméia além de mumificar os insetos que entram na colméia.

Fonte e mais informaçães:

Bosque.inpa.gov.br

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Faça você mesmo..Farinha de Maracujá


O consumo da farinha tem de ser diário: uma vez ou outra não é suficiente para surtir efeito. Por isso, varie o modo de acrescentá-la no cardápio. Pode ser no suco, no iogurte, na salada, na sopa. O ideal, porém, é consumir uma colher de sopa (10 gramas, 47 calorias) antes das três principais refeições.

Não adianta usar a farinha de maracujá e abusar da gordura e do açúcar. Portanto, aproveite para cortar alguns excessos à mesa e faça algum tipo de atividade física (vale até uma caminhada de 30 minutos pelo bairro dia sim, dia não). Vai experimentar? Conte para a gente o resultado!

Faça em casa.....


Existem várias opções de farinha da casca do maracujá feitas por laboratórios farmacêuticos, à venda em farmácias e lojas de produtos naturais. Não compre o produto em saquinhos sem identificação, barracas de rua ou feiras livres. Se preferir, pode preparar a farinha em casa. Use, de preferência, maracujá orgânico – sem agrotóxico.

Veja como fazer...


• Lave e mergulhe seis maracujás por 20 minutos numa mistura de água com bicarbonato de sódio (1 colher de sopa por litro) ou vinagre. Volte a passá-los em água corrente.
• Corte-os ao meio, retire a polpa e guarde para fazer suco.
• Corte a casca em tirinhas, ponha numa assadeira e asse em forno médio por cerca de 30 minutos ou até que fiquem sequinhas. Espere esfriar.
• Bata no liquidificador (ou passe no processador) até obter uma farinha.
• Passe pela peneira e guarde num recipiente limpo e tampado.
Nutrientes extras
A farinha de maracujá é fonte de várias vitaminas e minerais.
• Niacina (vitamina B3): atua na produção de hormônios, melhora a ansiedade.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

A vida Nova......

Vivemos em um mundo onde deixamos de dar valor as coisas naturais. bem sabemos que antes de estarmos aqui, nossos antepassados já viviam e por sinal muito bem.
Vamos voltar apenas mais ou menos 70 anos atrás, vejam uma imagem, foto ou filme das pessoas circulando por São Paulo. Encontraram obesos, onde estão? Qual eram o padrão de alimentação da época, atividades profissionais exercidas... Mas os alimentos sem agrotoxicos é muito mais saudaveis.
Nos estamos sempre gerando problemas para as gerações futuras, desde alimentos( transgenicos), energia(monoxido de carbono), plásticos(sacolas) com uso indiscriminado,lixo urbano e industrial
( aterros sanitários).
E por ai vamos consumindo e destruindo em nome do bem estar....

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Argiloterapia

O poder da Argila

Argila e seus benefícios
A argila possui propriedades curadoras para diversas complicações, além de ser ideal para modelagens de trabalhos artesanais e também como complementos para arranjos e outras produções. Confira dicas de como aplicar cada tipo de argila e quais as propriedades de cada uma.

ARGILA PRETA

Material muito nobre. Raramente encontrado tão puro. Este material é retirado de uma profundidade maior que 4 metros. Devido ao alto teor de alumínio e Silício e baixo percentual de ferro, pode ser usado tanto para cosmética, como para tratamentos de doenças. Seu teor de titânio, agrupado com elevados percentuais de alumínio e Silício, indicam um material excelente agente rejuvenescedor. Tem ação antiinflamatória, anti-artrósica, absorvente, antitumoral e anti-stress. Melhora a circulação sanguínea periférica, favorecendo a reprodução celular.
Indicações:

Tratamento de manchas de pele. Largamente utilizada em cosmética.
Tem propriedades de argila "super nobre" - já que tem elevada plasticidade, cor após queima super branca, material orgânico alto.

ARGILA BRANCA

Aplicações:
Varizes, artrite, artrose, reumatismo, contusões, feridas, luxações, câncer, trombose, tuberculose, osteoporose, cistite, LER, cisto uterino, stress, úlceras, verminoses, diarréias, tumores, bursite, clareador de manchas senis, micro-esfoliador da pele, agente desintoxicaste corporal, pode ser usado no corpo todo, retira oleosidade da pele, combatendo cravos e espinhas, reduz rugas e sinais de expressão. Ótima para modelagens e trabalhos artísticos.
Indicações:

É a mais indicada para ser usada juntamente com outras fontes: vitaminas, hidratação, escamação, ervas, óleos, etc.
Utilizada em hospitais para tratamentos de câncer pele, de intestino, próstata, leucemia, etc.

domingo, 9 de agosto de 2009

Aromaterapia


ÓLEOS ESSENCIAIS

Os óleos essenciais são princípios de
origens vegetais, próprios de vários grupos de
espécies, definidos pelo aroma e sabor que estão
relacionados com diversas funções necessárias à
sobrevivência vegetal, exercendo papel
fundamental de ajudar a planta a se adaptar ao
meio ambiente e na defesa contra microrganismos.
A produção de óleo essencial pela planta tende a
aumentar em situação de estresse (SIQUI et al.,
2000; SERAFINI et al., 2002).
Eles são voláteis ou etéreos, estes compostos são
encontrados em várias plantas e possuem como características
básicas o cheiro e o sabor.Insolúveis em água, mas solúveis
em solventes orgânicos.
Embora sejam insolúveis em água, conseguem conferir
odor à mesma, constituindo os hidrolatos e tornando-se uma
fonte importante de aromatizantes em perfumaria e especiarias.
Além do mais, as essências ou óleos essenciais apresentam
atividades farmacológicas, como anti-sépticas, antiinflamatórias,
antimicrobianas entre outras, que são muito utilizadas na
medicina popular e para a fabricação de medicamentos.
Ocorreu um erro neste gadget